O time escolhido por Jesus

Time de JesusMateus, o publicano – Tinha péssima reputaçãoprincipalmente, por ser coletor de impostos, e na época os coletores eram famosos pela corrupção.
Era um homem que gostava de festas e usava o dinheiro público para promovê-las.

Tomé – Só conseguia acreditar naquilo que tocava, andava segundo a lógica e desconfiava de todos.

Pedro – Era o mais forte, determinado e sincero do grupo. Porém, n era culto e era intolerante, irritado, agressivo, inquieto, impaciente, indisciplinado, não suportava ser contrariado, não planejava seu futuro, e vivia somente em função dos prazeres do presente. Também era hiperativo e intensamente ansioso, sempre impondo e não expondo suas idéias.
Trabalhava mal suas frustrações e repetia os mesmos erros com freqüência.

João – Era o mais jovem de todos, também amável e prestativo. Em contrapartida era ambicioso, irritado e intolerante. Não sabia colocar-se no lugar dos outros, nem pensar antes de reagir. Também não sabia proteger suas emoções, nem filtrar os estímulos estressantes.
Sendo assim, sua personalidade tinha paradoxos, era simples e explosiva, amável, e flutuante.

Judas Iscariotes – Era moderado, dosado, discreto, equilibrado e sensato. Nunca tomou uma atitude agressiva ou impensada. Jamais foi repreendido por Jesus e mostrava preocupações com as causas sociais. Ele era o mais bem preparado dos discípulos, tinha as melhores características de personalidade, exceto por uma coisa: não era transparente.
Ninguém sabia o que se passava dentro dele e essa característica o levou a ser infiel a si mesmo, a perder a capacidade de aprender. Antes de trair Jesus, Judas traiu a si mesmo, traiu seu amor pela vida, seu encanto pela existência; se  isolo e tornou-se autopunitivo.

Jesus escolheu jovens totalmente despreparados para a vida. Seus discípulos corriam riscos ao segui-lo, mas Ele correu riscos ainda maiores ao escolhê-los. A escolha de Jesus, não foi baseada no que aqueles jovens possuíam, mas no que Ele era, pois a ousadia e autoconfiança de Jesus não têm precedentes. Ele preferiu começar do zero, e trabalhar com jovens altamente desqualificados a trabalhar com fariseus saturados de vícios e preconceitos. Preferiu a pedra bruta a mal lapidada.

(Texto resumido e extraído do livro Nunca Desista dos Seus Sonhos de Augusto Cury)

Quanto a nós, muitas vezes nos perguntamos, por que Jesus me escolheu? “Olhe para mim, não mereço tanta confiança”, mas ao ler este texto, notamos que Jesus escolheu pessoas para ensinar e não pessoas que já soubessem tudo.
Jesus escolheu pessoas que acertam, mas que também erram, pessoas que aparentemente jamais seriam bem sucedidas e as transformou em discípulos. Pessoas falhas foram dignas de confiança. Estas transformaram o mundo e nos ensinaram com seus erros e acertos a melhor forma de seguir a Cristo!
Deus quer nos transformar em um exemplo para a próxima geração, ensinando com nossos erros e acertos a seguir Jesus e amá-lo acima de tudo! Então vamos fazer a diferença nesta geração, e ensinar que amar a Deus acima de tudo é muito gratificante!
Vamos falar a Ele: “Deus eis-me aqui, envia-me para a próxima geração, transforma-me num discípulo!” Com certeza Deus vai mudar nosso caráter e vai nos deixar parecidos com Ele.

Ao que cabe a nos, só precisamos segui-lo! Então? Está disposto?

Um abraço a todos,

Marina Lima

Equipe de Comunicação da Rede Jovem

Tags: , , ,

2 comentários para “O time escolhido por Jesus”

  1. Fer disse:

    Puxa Marina, excelente essa palavra!
    Realmente devemos lembrar e relembrar que ele nos capacita e nos trouxe das trevas para sua maravilhosa luz.
    bj

  2. Mariana Lima disse:

    Muito bom, irmã… Realmente ter sido escolhido por Jesus mesmo sem boas qualificações é gratificante. Ainda bem que Ele não nos escolheu por sermos capazes mas porque nos ama, né??

Deixe um comentário