Minha cura veio no tempo de Deus, e não no meu

Rede JovemFaz seis anos que participo da Equipe  de Dança da CCC. Após dois anos de Equipe  descobri que tinha um problema no joelho chamado “luxação patelar’’. Dependendo do movimento que eu fazia a minha rótula saia do lugar. Ao procurar um médico ele me disse que teria que parar de dançar, caso contrário as lesões se tornariam mais frequentes, levando assim a uma cirurgia que também não me deixaria dançar.

Na época eu optei por continuar dançando, mesmo com a rótula saindo do lugar. O tempo foi passando e a luxação começou a ficar mais frequente. Comecei a sentir dores no joelho e resolvi retornar ao médico. O diagnóstico foi o mesmo, na vervade, um pouquinho pior.

Minha rótula sempre voltava ao lugar sozinha, mas no ritmo que eu estava indo ela poderia facilmente sair do lugar e só no hospital seria possível recoloca-la. Isso iria fazer doer uma dor dez vezes pior da que eu já sentia, então comecei a orar pela cura. Orava em casa, no discipulado, no culto, enfim, todo apelo de cura eu estava lá. Na minha cabeça, um pastor teria uma revelação, eu sentiria uma queimação muito intensa e meu joelho seria curado. Eu viajava na maionese, pensava em uma cura sobrenatural.

O tempo foi passando e nada da cura vir.

Em um desses feriados fui a um passeio com algumas pessoas da Rede, para subirmos o Salto dos Macacos. Não sabia onde estava me metendo, mas o fato é que ao subir percebi que aquilo não era nada bom para o meu joelho e com certeza a rótula sairia, mas o estranho é que ela não saiu.

Então voltei a procurar meu médico para o acompanhamento do meu joelho e ao fazer os exames a minha rótula estava no lugar certo e com bastante cartilagem em volta.

O médico ficou pasmo, ele havia me dito que não teria cura, então com os novos resultados ele me pediu para que eu voltasse a dançar aos poucos e que depois de um mês retornasse ao médico para ver se os resultados permaneceriam os mesmos.

Fiz o que ele me orientou e quando voltei o resultado era o mesmo, meu joelho estava realmente curado.

Estou encaminhando este testemunho para gerar fé no seu coração, por mais que no mundo natural não tenha cura, fique tranquilo que no Reino de Deus sempre haverá! E lembre-se: nem sempre a cura vem do jeito que imaginamos e nem no tempo que desejamos. O tempo e como fazer pertence a Deus.

Um abraço,


Cris Loren Azevedo

Tags: , , , ,

4 comentários para “Minha cura veio no tempo de Deus, e não no meu”

  1. celia disse:

    é verdade: no tempo de Deus e do modo que Ele quer.
    Nem sempre é fácil esperar com paciência.
    No tempo de Deus: TUDO.
    Estou aguardando também.
    Paz!

  2. (anonimo) disse:

    Olá, também estou com um problema no joelho e já faz uns 6 anos.
    Já orei muito e ainda não recebi a cura. Fui a médicos, gastei dinheiro e tempo. Não estou afim de operar pois não sei se realmente ficarei bom.
    De qualquer forma, foi bom ter lido o seu testemunho de persistência e vitória.
    A paz do Senhor seja contigo.

  3. raldemam disse:

    Deus é fiel é sempre cumpri sua palavra…
    Fiquei impactado hein irmã.
    Deus abençoe muitooo seu ministerio de dança…
    Fque na Paz
    Abraços

  4. Mariana Lima disse:

    Testemunho animal!!! É muito bom ver o que Deus tem feito na vida das pessoas. Muito bom, Cris, quero te ver dançando MUITO ainda… =)

Deixe um comentário